Mãe dá melhor resposta após foto da filha ser usada pra promover aborto

Como desenvolver a aprendizagem de crianças com deficiência?
3 de May de 2018
Redução da jornada de trabalhador com filho deficiente é aprovada na CDH
18 de June de 2018
Mostrar tudo

Mãe dá melhor resposta após foto da filha ser usada pra promover aborto

mãe filha especial

Foto: Reprodução Arquivo Pessoal – A mãe Natalie tomou uma atitude após atacarem sua filha na internet

Após fotos de sua filha terem sido usadas de forma cruel, a mãe Natalie Weaver deu uma excelente resposta

A mãe norte-americana Natalie Weaver deu uma excelente resposta após algo cruel ser feito contra sua filha Sophia. A menina de apenas nove anos nasceu com má formações na face, pés e mãos. Além disso, com um ano de vida, ela foi diagnosticada com a Síndrome de Rett, um problema que afeta o cérebro e leva a complicações na fala e nas funções motoras.

Por causa dos diversos problemas de saúde, a menina precisa de cuidados 24 horas por dia. “Ela se alimenta por meio de tubos. Tem uma bolsa para colostomia e sofre convulsões, tudo por causa das má formações e da síndrome de Rett”, contou Natalie em entrevista ao canal americano CNN.

Recentemente, Natalie começou a falar mais publicamente sobre a condição de sua filha. Ela fez isso para protestar contra mudanças no plano de saúde da menina.

Infelizmente, alguns internautas pegaram as fotos da menina e começaram a utilizá-la de forma cruel no Twitter. Estes trolls postaram a foto de sua filha junto com um texto defendendo o aborto coercitivo (obrigatório).

Ao ver o post cruel, Natalie imediatamente o denunciou para o Twitter. “Mas não adiantou, o post continuou lá e eu ainda recebi uma mensagem do Twitter dizendo que o post NÃO ia contra as políticas deles”, recorda-se Natalie.

Então, Natalie deu uma resposta excelente aos críticos. Ela postou a conta do troll em seu Twitter e pediu aos internautas para denunciarem. Além disso, ela escreveu um lindo texto sobre sua filha.

Confira as lindas palavras de Natalie sobre a filha: “Apesar de Sophia sentir dor em alguns momentos e passar por desafios todos os dias, ela também tem momentos em que dá risada e sorri. Ela já passou por 22 cirurgias, mas se recuperou rapidamente e soube lidar com a dor muito bem. Ela nos surpreende sempre. Minha filha se esforça muito para fazer coisas que para a maioria das pessoas parecem banais como andar, falar, usar as mãos… Mas quando ela consegue fazer alguma coisa, fica muito orgulhosa e também nos enche de orgulho. A cor favorita dela é o verde. Às vezes ela até fala verde e ela ama música e bate palmas de acordo com o ritmo de cada música perfeitamente. Ela gosta de fazer bolinhas de sabão e de quando nós lemos para ela. Sophia também vira o olho para a mãe e é espoleta como qualquer criança de nove anos. Apesar de termos que lidar com muita dor e desafios na vida, nós sabemos o real significado da felicidade e de viver o momento. Todas as dificuldades que vivemos fazem com que os momentos de felicidade sejam ainda mais incríveis. Nós apreciamos as coisas pequenas e nós amamos a nossa linda menina. E temos muito orgulho dela. Nossa filha é capaz de fazer toda dor e medo ir embora só com um abraço”.

Além disso, Natalie denunciou os trolls para diversas emissoras de televisão nos Estados Unidos! E após uma semana e meia, o Twitter finalmente cancelou a conta do troll e retirou o post cruel do ar! “Eles se desculparam e retiraram a conta do ar. Mas eu acho que eles precisam melhorar suas políticas para proteger as pessoas com algum tipo de deficiência”, concluiu Natalie.

Veja a seguir algumas fotos de Sophia com sua família:

Fonte: Bebê Mamãe

ONG Sorriso Novo
ONG Sorriso Novo
Olá! A ONG Sorriso Novo é uma organização sem fins lucrativos e nasceu do sonho de seus fundadores em difundir ações solidárias nas mais diversas áreas, tais como: saúde, artes em geral, infância e adolescência, esporte, congressos e palestras, educação de pessoas carentes, idosos, população de rua, comunidades carentes. Desde 2001 temos atuado no Complexo da Maré promovendo diversas contribuições às famílias da comunidade. Com pouco mais de 10 crianças deficientes apadrinhadas, atualmente buscamos firmar projetos e parcerias a fim de aumentar o nosso alcance e ser capaz de oferecer maior assistência a população carente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *